ORPHAN BLACK – o clube das clones

Não existe nada mais incrível para alguém viciado em séries do que uma produção intrigante desde o primeiro episódio. Você está assistindo, tentando descobrir alguma referência e só o que encontra é um montão de pistas. Boas pistas, que te deixam morrendo de curiosidade para saber onde aquela maluquice vai te levar. Nos primeiros cinco minutos, já estamos presos à trama que foi criada e não conseguimos mais parar até que a última temporada chegue ao fim. Assim é Orphan Black, mais uma das peças raras que encontramos na Netflix.

O mistério começa quando Sarah Manning (Tatiana Maslany) presencia o suicídio de uma mulher. Isso já seria dramático o bastante, mas, para apimentar as coisas… Essa mulher era exatamente igual a Sarah. Ela vê uma oportunidade nessa situação complicada (já que está com problemas financeiros) e acaba assumindo a identidade da suicida. Porém, quando pensa que encontrou uma mina de ouro, descobre que está no centro de algo muito maior, que vai mudar sua vida.

Vão surgindo mais e mais mulheres com o mesmo rosto que o seu. As personalidades são diferentes, os estilos, sotaques, contextos sociais, etc. Mas, as semelhanças físicas são inegáveis. Sim, queridos, essa série é um drama de ficção científica daqueles! Tem muita manipulação genética, cientistas, “máfias do DNA” e, como não podia faltar, uma porção de clones. Como se isso não fosse suficiente, elas precisam se unir para salvar as próprias vidas.

Imagem relacionada

Além das experiências com ratinhos de laboratório [risos], também existem vários conflitos familiares – inclusive no contexto dessa “nova família” que se cria, apelidada de “clube das clones”. Os personagens são extremamente cativantes – principalmente Felix (Jordan Gavaris), Helena e Krystal (duas clones estreladas por Tatiana), que roubam a cena e fazem a maior falta em cada episódio que não aparecem – meus BAPHÔNICOS PREFERIDOS!

Resultado de imagem para felix orphan black

Resultado de imagem para helena orphan black

Resultado de imagem para krystal orphan black

Preciso dizer que a atriz Tatiana Maslany deu um show! O pessoal do figurino ajudou bastante na caracterização das “irmãs”, mas, a atuação dela foi brilhante. Ela deu vida a umas 10 mulheres, pelo menos, e era possível diferencia-las CLARAMENTE, mesmo quando faziam trocas malucas.

O enredo foi muito bem pensado, de um jeito que não nos deixa desinteressados com o passar das temporadas nem permanece na mesmice. As pequenas narrativas dos diferentes núcleos são exploradas de forma certeira… Quando começamos a cansar de uma história, lá vem outra para nos impactar. Enquanto isso, tudo se conecta em uma guerra genética gigantesca [isso, mil “Gs” pra vocês]. Um ou outro detalhe [às vezes, não tão insignificante assim] acaba ficando para trás, deixando buracos… Mas, nada que não possamos relevar devido à qualidade geral da produção.

A série me fez pensar muito nas discussões que tem surgido sobre células tronco, inteligência artificial, modificações genéticas e tudo mais. Apesar de tratar de uma realidade diferente da que estamos vivendo – por ser muito mais avançada -, acredito que a ciência não deve estar muito distante desse nível de complexidade. Talvez até, eu é que seja leiga demais nessa área para saber o que está rolando.

De qualquer modo, é interessante ver as possibilidades se materializando. Além disso, é assustador como o ser humano tem um “complexo de Deus” tão acentuado, ao ponto de fazer um monte de caquinhas para criar algo perfeito, com as próprias “mãos”.

Resultado de imagem para orphan black

Orphan Black acabou, após cinco temporadas de sucesso. E o final, além de eletrizante, também consegue ser fofo. Então, se ainda não assistiu, adicione à sua lista e comece o quanto antes! Certamente, vai acabar maratonando e chegando ao fim rapidinho – igual eu fiz. Vale muito a pena!

Sentirei saudade, iRRRmãs!

Resultado de imagem para orphan black cartazCriação: Graeme Manson e John Fawcett

Produção: Temple Street Productions

Distribuição: BBC America (EUA), Space Channel (Canadá) e Netflix

Gênero: Ficção científica / Drama

Origem: Canadá

Status: Encerrada

Duração: 2013-2017

Temporadas: 5

Episódios: 44

Stars: 4,5

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s