Um livro sobre todos nós

Possibilidades de identificação não faltam em Miscelânea: um amontoado de vida. Você lê e se enxerga, enxerga suas rotinas, as pessoas da sua família… Enxerga seu mundinho particular, revelado, delicadamente, em cada página. São suas memórias, seus sentimentos, suas histórias. É uma obra cheia de verdade. Textos curtos, fragmentos, recortes das melhores e das piores lembranças. Uma espiada naqueles pedaços de nós, guardados no coração.

Marina Carraro (1983-) é uma escritora brasileira, com um pezinho em São Paulo e outro no Paraná. Nasceu na capital paulista e formou-se em Publicidade e Propaganda na Universidade de Mogi das Cruzes (UMC-SP). Em Curitiba (PR), onde mora há 10 anos, buscou aprimorar o dom da escrita, frequentando cursos na área de estudos literários. Além desta obra, Marina participou de outras cinco publicações, entre elas: Garotas, amores e fantasias (2014) e Kafka – Uma metamorfose inspiradora (2015). Ela também já teve seus poemas expostos na capital paranaense, na Argentina e em Portugal.

Imagino que você deve estar aí se perguntando: mas, afinal, o que significa Miscelânea? Calma, não se acanhe… Eu explico:

Miscelânea (s. f.)

1. Reunião de textos literários variados, frequentemente, de autores também diversos, numa mesma obra.

2. P.ext. conjunto confuso de coisas diferentes; mistura, mixórdia.

O que encontramos nesse livro é justamente uma mistura, tanto de gêneros (crônicas, contos, poesias) quanto de assuntos do cotidiano (a morte de alguém que amamos, uma visita à livraria ou um batizado). A autora nos oferece a oportunidade de pensar sobre as situações comuns do dia a dia, a partir de novas perspectivas, novas interpretações. Somos eu e você naquelas páginas, mas também é a vida do outro – de alguém que conhecemos ou de quem nunca ouvimos falar. Ao longo da leitura, temos uma sensação de pertencimento… Parece que estamos entre amigos, tomando um chá, dividindo as dores e as alegrias da vida.

Os textos são apresentados de maneira independente, ou seja, não há capítulos ou uma ordem de leitura. Alguns ocupam apenas uma página, enquanto outros têm um pouco mais de fôlego. Dessa forma, não é o tipo de livro em que vamos nos envolvendo com a história, descobrindo os elementos da trama e os personagens. Podemos ler sobre o processo de envelhecimento e, na sequência, encontrar algo sobre desejo, por exemplo. Os temas são bem variados e você pode ler de capa a capa ou escolher os títulos que mais chamam atenção… Enfim, o leitor também dita o tom da Miscelânea, ao desenvolver a própria mistura.

Ao ler: Pão quentinho, no que você pensa? Quais as memórias visuais, emocionais, sensoriais que essa ideia desperta na sua mente? Um cheiro, uma imagem, uma lembrança boa ou uma bem ruim? Nesse texto – um dos meus favoritos, aliás -, vemos como se construiu a relação entre um pai e sua filha. Como, anos depois, ela ainda pensa em pequenos e simples momentos que tiveram juntos, quando ainda era criança. Desperta significados sobre o que é família, o que é importante na vida, o que realmente faz diferença no relacionamento com alguém. Eu pensei em mil coisas. Você pensará em mil outras. E, com certeza, Marina pensou em mais mil.

O que eu quero dizer é que essa obra mexe com nossos valores, nossas memórias, nossas representações e tudo mais. Ela abre caixas esquecidas aqui dentro e nos faz refletir sobre a importância de não deixarmos a vida passar despercebida. Coisas mínimas podem ser diamantes escondidos e fazem uma baita diferença – no presente, no passado e no futuro. Demorei a entender Miscelânea, confesso. No início, os temas pesados me incomodaram. Depois, a leveza de outros temas me incomodou também. Agora percebo que eram apenas os sentimentos bagunçados se organizando em meio àqueles textos curtos, em tom tão poético.

 

Resultado de imagem para miscelânea inverso capaAutora: Marina Carraro

Editora: InVerso

Páginas: 118

Edição: 2016

Idioma: Português

Acabamento: Brochura

I.S.B.N.: 9788555400230

Stars: 3,5

Salvar

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

  1. Eliziane Nicolao disse:

    É um livro encantador!!!

    1. Verdade, Eliziane! Miscelânea é puro encanto!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s