A saudade que mais dói

tumblr_lf3bka2tro1qffgf9o1_500As vezes, sentir saudade pode ser bom. Aquele fim de semana sem encontrar a pessoa amada, por exemplo, parece dar um gás na relação. Uns dias longe dos melhores amigos pode tornar o reencontro ainda mais especial. Uma semana sem ver aquela prima que você adora acaba rendendo altos papos sobre o tempo que estiveram longe uma da outra. O difícil é lidar com uma saudade que não acaba, que não vai parar de machucar.

Quando rompemos um laço de amizade, terminamos um relacionamento ou precisamos enfrentar a morte de um ente querido, o coração dói. O sentimento de perda nos fere porque não conseguimos suportar a ideia de continuar a viver sem aquela pessoa. Não é como perder a disputa por uma vaga de emprego, o seu estojo preferido ou a chave do carro. Objetos e oportunidades nós podemos reconquistar. Mas uma pessoa que vai embora deixa um vazio em nós.

A tristeza nos acompanha. Basta trombarmos naquele presente que a amiga deu no aniversário; passarmos por alguém e sentirmos o perfume que o parceiro usava; ver o restaurante onde vocês costumavam comemorar datas especiais… Basta um gatilho para a dor retornar. E eles estão presentes o tempo todo. Não há como escapar. E quanto mais forte era a ligação entre as partes, mais vai doer.

O problema não são apenas as lembranças da felicidade partilhada, mas tudo aquilo que não será vivido. São todos os sorrisos que não serão dados, todos os jantares que não existirão, todas as ruas onde não andarão de mãos dadas, todos os planos que não se concretizarão, todos os sonhos que não se realizarão… É todo o vazio que fica na nossa existência. Porque quando perdemos alguém, perdemos uma parte de nós.

E nada mais será como antes. Precisamos entender isso. Vamos mergulhar na tristeza, vamos chorar, vamos sentir vontade de abandonar tudo, de ir embora também. Mas precisamos aceitar a nossa dor, compreender que ela vai permanecer conosco, não importa o que façamos. A diferença está em se vamos tentar fugir dela ou enfrentá-la. Vamos passar noites sem dormir, não teremos vontade de comer nem de sair de casa… Vamos querer parar de sofrer, parar de sentir… Mas existe um tempo para curar nossas feridas e nem sempre é como desejamos. A saudade que mais dói é aquela que a gente sabe que não tem remédio ou cura.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s