Voltar no tempo

accessory-bohemian-boho-clock-fashion-Favim.com-303881A vida é engraçada. Quando somos crianças, tudo que queremos é crescer. Quando chegamos à adolescência, também contamos os segundos para fazer parte do mundo adulto. No entanto, quando finalmente chegamos a essa fase, dá uma vontade de voltar no tempo.

Esse é um mal da condição humana, temos dificuldade em valorizar o que temos. Ficamos sonhando com o futuro, remoendo o passado, mas raramente nos satisfazemos com o presente. O que acontece é que deixamos de aproveitar nossas experiências por estarmos focados no que vem a seguir ou ocupados demais revisitando as lembranças.

Quantas vezes você estava com o parceiro e se pegou pensando sobre o que poderiam fazer na semana seguinte? Quantas vezes parou para brincar com os filhos, mas ficou pensando no quanto cresceram? Quantas vezes acelerou a leitura de um livro para poder começar outro na sequência? Vivemos entre o antes e o depois, enquanto o agora passa diante dos nossos olhos. Não nos chama atenção.

A garota de 15 anos quer agir como a de 30. Enquanto a de 30 faria tudo para voltar aos 15. Nenhuma das duas vive de fato a sua idade, sua condição, os prazeres e frustrações de cada etapa da vida. Ambas estão distantes da realidade, pensando no que poderiam ter, mas não têm. Perdem a chance de desfrutar cada emoção cotidiana.

Antes tivéssemos aproveitado os tempos de criança, quando não existiam grandes preocupações. Quando podíamos nos divertir, sem ter que arcar com as responsabilidades. Quando tinha alguém por perto para cuidar de nós. Quando o mundo parecia mais colorido. Antes tivéssemos curtido a adolescência, quando nossos maiores problemas eram o vestibular, a prova difícil, os embates com os pais, as descobertas.

Quem olha sempre para trás, não enxerga as oportunidades e vive comparando a vida com os velhos tempos. Quem olha sempre adiante, fica ansioso com as possibilidades e não consegue administrar o que precisa fazer para chegar onde deseja. Encontra o caminho certo quem se dispõe a olhar no espelho e enxergar o que o universo está oferecendo. Ou seja, aquele que utiliza as lições do passado sim, almeja um bom futuro também, mas encontra o equilíbrio para viver, de fato, seu presente.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s