Não escolhemos os vizinhos

largeMesmo se escolhêssemos quem mora na porta ao lado, ainda assim, penso que teríamos problemas. Cada pessoa tem seus hábitos, cada família se relaciona de uma forma. E viver em sociedade implica em aceitar o costume alheio, gostemos disso ou não. O problema é que os limites do respeito têm sido ultrapassados.

Som alto me incomoda. Eu detesto barulho. Não entendo porque as pessoas insistem em ouvir as músicas que gostam no último volume. E, de verdade, por que não usar fone de ouvido? Todo mundo tem o direito de ouvir o que quiser, quando quiser, onde quiser e na altura que quiser… Mas sem atrapalhar os outros. É preciso ter bom senso.

Como adoro o silêncio, parece que os vizinhos barulhentos me perseguem. Principalmente os que gostam de estilos musicais diferentes dos meus. Além da batida alta, ainda sou obrigada a aturar a cantoria desafinada. A vontade é dar um berro pela janela ou bater na porta e pedir, pelo amor de Deus, para abaixarem o volume.

Para manter a política da boa vizinhança, vamos deixando passar. Eles atrapalham o estudo, o sono, a paz. Perturbam nossos ouvidos. Nos deixam com raiva. Só trazem pensamentos e sentimentos negativos. Falta disposição para pensar no outro, para olhar além do nosso umbigo. A maioria não se importa que o vizinho trabalhou a noite inteira e quer descansar a tarde ou que a pessoa só tem o fim de semana para estudar e precisa de tranquilidade. O som alto apenas reflete as nossas atitudes egoístas, mesquinhas.

P.s.: Acho que vou comprar alguns fones de ouvido e sair distribuindo para ver se a cultura se estabelece. Quem sabe, eu consiga um pouco de paz.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s