Não dá para fugir dos números

tumblr_lq2z8b0OXD1qmwybko1_500Normalmente, quando estamos na escola, pensamos que podemos fugir das disciplinas de exatas correndo para a área de humanas. Engano nosso. É difícil um curso de graduação que não tenha um cálculo aqui, uma estatística lá. Até a física e a química dão um jeito de aparecer. Biologia? Também não fica de fora. O jornalista, por exemplo, não precisa apenas saber escrever, mas também ser bom de conta. Somos generalistas, ou seja, temos que saber um pouquinho de cada área para poder escrever um bom texto. Precisamos ter o pacote completo.

Foi uma surpresa quando comecei a escrever matérias de economia. Quantos números! Pior, nem mesmo as de comportamento me dão uma folga. Tenho que comparar dados, encontrar percentuais, somar, dividir, multiplicar… O tempo todo! Não importa a editoria… Cultura, Cidade, Saúde, Moda. Todas exigem um conhecimento além da História, da Geografia, da Sociologia, da Gramática. Disciplinas que eu tanto gostava nos tempos de escola. É preciso retomar conceitos das áreas que eu nem prestava tanta atenção.

Acredito que todos nós, em algum momento, soltamos o típico “quando é que eu vou usar isso?”, naquelas horas em que o professor parece estar falando em uma língua incompreensível. Mal sabemos que, mais cedo ou mais tarde, aquilo vai bater a nossa porta. Esses dias mesmo, uma colega estava fazendo uma matéria sobre uma fábrica de orquídeas e quebramos a cabeça para lembrar daquela história de espécie, família, classe, filo, reino. Uma loucura essa tal de taxonomia!

No jornalismo, até nos especializarmos em uma determinada área e, finalmente, podermos escrever dentro de uma editoria apenas, temos que caminhar por todos os assuntos. Não dá para escolher. Vamos de boletins policiais a política, num piscar de olhos. E temos que dar conta de desenvolver todos os tipos de textos, independente de gostarmos ou entendermos daquilo. Por isso, é importante não desdenharmos de nenhum tipo de conhecimento. Todos são necessários, em alguma medida. É preciso compreender o geral para desvendar o específico.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s