Nada de preguiça

nada de preguiçaO ano sempre começa cheio de promessas. Eu prefiro não prometer nada. Não gosto de prometer aquilo que não sei se posso cumprir. Afinal, nem tudo depende de nós. Então, estabeleço algumas metas. Uma delas, foi voltar à academia e perder alguns quilinhos. No entanto, de nada adianta traçar um objetivo, se não persistir no alcance dele. Se você deixar se levar pelas dificuldades diárias, começar a arrumar desculpas, vai parar no meio do caminho.

Acordar cedo é um terror. Antes das 7h então, fica mais complicado. Há quem ache isso moleza, quem goste de acordar com as galinhas. Eu não sou assim. Então, resolvi não dar margem para a preguiça se instalar. O despertador toca e eu levanto num salto. Se deixar um pensamento me tomar por um segundo, desisto e volto a dormir. Já aconteceu isso antes. Barulho de chuva? Típico para se pensar numa desculpa. Frio? Mais justificativas.

Não basta ter foco, é necessário afastar os pensamentos negativos para alcançar suas metas. Nem tudo é apenas decisão, claro. Dá vontade de ficar na cama até mais tarde, de comer uma pizza inteira no fim de semana, de se acomodar com os quilos a mais. Dá vontade de faltar um dia na academia. Dá vontade de flexibilizar. É preciso mais do que decidir ter foco, é necessário mantê-lo.

Isso vale para tudo na vida. Você decidiu terminar a faculdade? Tentar um mestrado? Casar com o homem ou a mulher da sua vida? Mudar de emprego? Conseguir uma promoção? Tudo exige planejamento. Mais do que isso, é importante se preparar para as adversidades, para os obstáculos e não permitir que comece a dar desculpas por não conseguir o que deseja. As pessoas costumam ter essa mania de se justificar. Não terminam a faculdade porque tiveram um ano difícil. Não passaram no mestrado porque a concorrência estava acirrada. Não se casaram porque a inflação subiu demais. Não mudaram de emprego porque precisam do dinheiro. Não conseguiram a promoção porque o colega de trabalho lhe passou a perna. Sempre podemos pensar em uma desculpa. É mais fácil do que fazer acontecer.

Quando se estabelece uma meta, tem que pensar também se estará disposto a lutar para alcança-la, todos os dias. Basta se desviar do objetivo uma vez para fazer isso a segunda, a terceira, até parar por completo. Não adianta ter vontade de realizar um sonho e não estar disposto a encontrar forças quando as dificuldades se instalarem. É simples desistir. Muitos tomam esse caminho. Difícil mesmo é se superar a cada dia, é lutar com os próprios limites e, no final das contas, vencer.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s